Artigo

Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico – Vigitel 2010

Por Rita de Cássia Silva - 13 de junho de 2011

Os resultados da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico - Vigitel 2010, que traça perfil de hábitos que influenciam a saúde do brasileiro, foram divulgados pelo Ministério da Saúde na segunda-feira, 18 de abril. O estudo indica que o brasileiro está fumando menos, mas ainda é sedentário e tem alimentação pouco saudável. Segundo a pesquisa, o percentual da população adulta que bebe álcool em excesso passou de 16,2% em 2006 para 18% em 2010. Os homens são a maioria entre os que bebem em excesso - 26,8% em 2010 contra 25,5% em 2006. Foi entre as mulheres, no entanto, que se deu o aumento mais expressivo: a taxa passou de 8,2 para 10,6% nos quatro anos. A pesquisa foi feita em todas as capitais brasileiras por meio de 54 mil entrevistas telefônicas. Fonte: http://www.meunutricionista.com.br

Comente

Deixe seu comentário